Tecnologia em Cndomínios: portarias virtuais

Ivan Horcaio 01-02-2022

Cada vez mais as tecnologias estão impactando os condomínios

 

As portarias remotas ou virtuais estão chegando e, são exemplo de que, certamente, é uma mudança que não vai parar mais. 

 

Essa tecnologia se tornou uma forma de aumentar a segurança enquanto o condomínio economiza um valor significativo. A finalidade é trocar os porteiros por operadores remotos, que abrem e fecham os portões e acompanham a movimentação no local por meio da internet e das câmeras instaladas.

 

Há pouquíssimos anos esses equipamentos trabalhavam de forma absolutamente amadora e os primeiros condomínios tiveram inúmeros problemas na sua confiabilidade. Isso serviu para que, lentamente essa tecnologia fosse avançando e hoje não se comparam ao seu início, com a evolução não parando, fazendo que, a cada dia fiquem mais confiáveis.

 

Não há mais como voltar atrás e da mesma forma que hoje os novos empreendimentos já não fazem mais unidades para a moradia dos zeladores, a portaria virtual é uma realidade para esses empreendimentos.

 

É importante destacar que um dos maiores gastos dos condomínios é, justamente, a manutenção dos porteiros, sendo que, no total, o gasto com folha de pagamento gira em torno de 40 a 60% do valor da taxa condominial. É necessário contratar vários profissionais ou uma empresa que terceiriza para essa atividade. Com a portaria eletrônica é possível reduzir a taxa condominial.

 

A ausência dos funcionários que esse sistema permite causa enorme diminuição do passivo trabalhista. Além disso, o síndico deixa de se preocupar com falta, férias, doença ou com o atraso de algum funcionário. A central de monitoramento, por sua vez, consegue gerenciar diversas portarias de uma vez.

 

Outra questão relevante é que a economia gerada possibilita fazer mais investimentos em equipamentos e sistemas de segurança, como sensores de movimento nos ambientes externos e internos, por exemplo.

 

Hoje, um dos fatores que encarecem o valor da taxa condominial são seus funcionários e, além disso esse equipamento torna quase impossível fazer a rendição da portaria no caso de o condomínio ser invadido, sendo facilitado o envio de avisos à polícia rapidamente e impedir uma ação mais longa dos invasores.

 

Os dados de acesso são registrados em um sistema informatizado de controle, o que assegura o monitoramento do fluxo de pessoas e de carros e qualquer morador pode solicitar essas informações, caso tenha alguma dúvida.

 

Hoje, essas tecnologias, que um dia foram apenas tendências, agora são comuns e estão presentes em boa parte das edificações. No entanto, as mudanças não param aí. As inovações continuam a oferecer luxo, segurança e comodidade aos moradores.

 

Essa tecnologia traz conforto e segurança para o seu dia a dia. No Brasil, as inovações estão em andamento e já são colocadas em prática, principalmente, por construtoras que trabalham com condomínios de alto padrão.

 

A ideia é acompanhar o estilo de vida e as demandas da sociedade, que busca, cada vez mais por segurança em condomínios segmentados e modernos. Por isso, outro quesito em evidência é a sustentabilidade, e isso poderá ocorrer de diversas formas.

 

É importante destacar que todas essas medidas trazem impactos positivos em diversos aspectos, como meio ambiente, valorização do imóvel, segurança e comodidade para os moradores e seus visitantes.

 

A gestão também é impactada, pois, assim, há mais transparência financeira e compartilhamento das informações. Afinal, a tecnologia pode ser utilizada em todos os âmbitos dos condomínios, incluindo na comunicação, para melhorar a relação entre o síndico e os moradores.

 

O responsável pelas contas condominiais, por exemplo, consegue oferecer acesso rapidamente aos números relativos à sua gestão. Assim, os condôminos sabem quais são as despesas e o valor dos serviços contratados em tempo real, tendo acesso facilitado por meio de aplicativos ou sites na internet.

 

Dessa forma, fica claro que há uma nova postura para os condomínios, já que a tecnologia é incorporada às rotinas desses empreendimentos. O resultado é a agregação de praticidade, rapidez, sustentabilidade, segurança, qualidade de vida e conveniência.

 

A inovação tem relação direta com a tecnologia. Uma de suas finalidades é melhorar um procedimento já realizado. A portaria, por exemplo, foi aprimorada com o uso do circuito interno de TV. Na época, essa foi uma mudança que trouxe ainda mais segurança para os condomínios.

 

Isso não muda a constante busca por profissionais especializados, que têm como objetivo garantir a interatividade e a segurança dos moradores.

 

Enfim, a tecnologia nos condomínios é uma revolução lenta e silenciosa, que começou e não vai parar.

 

Vivam a vida e até a próxima.

 

Conheçam nosso canal no YouTube.

Atenção: o conteúdo desta publicação, bem como as ideias apresentadas, não representam necessariamente a opinião desta coluna, sendo de inteira responsabilidade de seu autor.

Generic placeholder image
Ivan Horcaio

Professor e palestrante com mais de 20 anos de atuação nas áreas do Direito Condominial e Direito Imobiliário, é autor de mais de 12 obras jurídicas, atuando junto a condomínios, administradoras de condomínios e imobiliárias




Síndico Profissional: aspectos legais

Previsão Orçamentária no Condomínio - Parte V

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO

whatsapp twitter linkedin